Browse By

Ex-diretor do Hospital de Taboquinhas denuncia nepotismo na prefeitura

Anísio Sampaio que até este sábado, dia 14, era Diretor Administrativo do Hospital Gabriel Mota Barros, em Taboquinhas, denunciou na internet o crime de nepotismo cometido pelo prefeito Antonio de Anízio na Prefeitura de Itacaré, que contratou a sobrinha Gismara Bispo Damasceno, matrícula 6880, como recepcionista do hospital com o salário de R$ 2.400,00 e que os proventos era maior que o dele de diretor.

Vale salientar que Anísio era diretor do hospital desde maio de 2016 no mandato do ex-prefeito Jarbas Barbosa.

Segundo Anísio, ele questionou ao prefeito o valor de seu salário devido a responsabilidade e o compromisso que é administrar um hospital e pediu que fosse igualado e foi demitido.

“Pessoal hoje deixei a administração, mas o que o meu desgaste foi isso. É melhor sair fazendo um bom serviço do que deixar as coisas acontecerem. Saí sim, ele disse que não podia igualar o meu salário ao dela”, delcarou Anísio em um grupo do whatsapp.

 

4 thoughts on “Ex-diretor do Hospital de Taboquinhas denuncia nepotismo na prefeitura”

  1. Meire says:

    O errado tem que ser denunciado parabéns Anísio

  2. MENTA DO TAXI says:

    Intendo o desabafo. Mais vc está falando isso porque saiu. Eu tenho serteza de que ou quem presta serviços contratado de outro mandato. Anterior dificilmente quer ajudar o governo progredir. Eu parabenizo o prefeito. E todos que conhece ele. Sabe que ele é o melhor para nossa cidade

  3. Gessivaldo says:

    Qual foi o Grupo de Whatsapp que ele Declarou?

  4. Pascoal says:

    Esse prefeito é uma vergonha, fica atrás do cristianismo , o povo de Taboquinhas ficam chamando ele de pastor e ele administrando nossa cidade de esse forma, Tonho de Anísio nunca gostou de pagar a ninguém, os vereadores deveriam abrir uma CPI e investigar a forma que ele faz esses pagamentos e como ele tem tratado os fornecedores da prefeitura de Itacaré.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *